Fandom

Grêmiopédia

Gre-Nal

55 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar

Gre-nal é, no futebol brasileiro, o confronto entre Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e Sport Club Internacional, dois clubes de Porto Alegre que já se enfrentaram 373 vezes, desde 1909.

HistóricoEditar

A expressão Gre-nal surgiu em 1926, quando o jornalista Ivo dos Santos Martins (torcedor do Grêmio), cansado de ter de escrever por extenso os longos nomes dos dois clubes, inventou a expressão. Já o ex-governador do Rio Grande do Sul e patrono do Internacional, Ildo Meneghetti, definiu de forma tautológica o grande clássico gaúcho: "Gre-nal é Gre-nal".

O Gre-nal é considerado, proporcionalmente, o maior clássico regional do Brasil, por dividir ao meio praticamente todo o Estado do Rio Grande do Sul. Em outros estados, o número de grandes clubes chega, às vezes, até a quatro. Já no Rio Grande do Sul, apenas recentemente o Juventude vem surgindo como outra grande força no futebol estadual.

Fundado seis anos antes, o Grêmio liderou com folga as estatísticas de Gre-nais nos primeiros anos de disputa, tendo vencido o primeiro Gre-nal da história pelo placar de 10 a 0, em 18 de julho de 1909, sendo cinco gols marcados pelo inglês Edgar Booth, o qual é também o autor do primeiro gol da história do clássico.

O Internacional assumiu a vantagem no número de vitórias no Gre-nal de número 89 (Internacional 4x2 Grêmio), disputado em 30 de setembro de 1945, na época do "Rolo Compressor", e nunca mais foi superado. Na ocasião, o clube passou a ter 38 vitórias no clássico, contra 37 do Grêmio e 14 empates.

No início dos anos 80, a vantagem do Internacional chegou a ser de 31 clássicos. Em 2002, a diferença chegou a cair para 14 jogos, mantendo-se atualmente em 20 vitórias a mais para o Internacional.

Boa parte da vantagem atual também foi construída no período de 1969 a 1976, com a construção do Estádio Beira-Rio e a montagem de um dos maiores times da história do Internacional. Naquele período, foram disputados 40 confrontos, com o Inter tendo vencido 18, empatado 18 e perdendo apenas 4 jogos, ficando invicto por 17 partidas (17 de outubro de 1971 a 13 de julho de 1975), o maior período de invencibilidade dos Gre-nais. Já o maior período de invencibilidade do Grêmio foi entre 16 de junho de 1999 e 28 de outubro de 2002, quando chegou a ficar 13 jogos invicto.

O maior número de vitórias consecutivas é do Grêmio, com 6 vitórias consecutivas, que conseguiu esta façanha 4 vezes, sendo a última em 1977-78. Já a maior sequência do Internacional é de 5 vitórias consecutivas, feito que conseguiu 4 vezes.

Enquanto o Grêmio conseguiu vencer ao Internacional, por mais de 2 gols de diferença, 8 vezes no Estádio Olímpico e apenas 1 vez no Estádio Beira-Rio, o Internacional, por sua vez, venceu 3 vezes no Olímpico e apenas 1 no Beira-Rio. De fato, o Internacional passou 40 anos (entre 1954 e 1994) sem golear o Grêmio. E somente 39 anos após a fundação do Estádio Beira-Rio, o Internacional conseguiu golear o rival em seu estádio.

Após décadas de um processo popularmente conhecido no Rio Grande do Sul como "gangorra" (quando um dos dois clubes encontra-se em boa fase e o outro em um mau momento, e vice-versa), o ano de 2006 foi atípico. No Campeonato Brasileiro, o Inter terminou na segunda colocação na classificação geral, enquanto que o Grêmio terminou em terceiro, proporcionando aos dois clubes participarem juntos, pela primeira vez, da Taça Libertadores da América do ano seguinte.

Grandes vitórias gremistasEditar

Primeiro Gre-nalEditar

O primeiro confronto entre Grêmio e Internacional ocorreu no dia 18 de julho de 1909, em um domingo, no Estádio da Baixada (que pertencia ao Grêmio).

Para este primeiro Gre-nal, dirigentes do Internacional, clube recém-fundado, reuniram-se com os dirigentes do Grêmio, em junho daquele ano, para convidar o Tricolor para ser o primeiro adversário da história do Colorado. Os representantes do Grêmio aceitaram a proposta, porém com uma condição: seu clube jogaria com o segundo quadro (time reserva). Os dirigentes do Internacional, por sua vez, não aceitaram e exigiram que seu adversário jogasse com o time principal, o que foi aceito pela diretoria gremista.

Às 15 horas e 10 minutos do dia 18 de junho, as duas equipes entraram no campo da Baixada, precedidas pelos respectivos presidentes e pela banda da Brigada Militar. Os jogadores do Grêmio trajavam camisa dividida verticalmente em metade azul e metade branca, com calções pretos. Já os do Internacional vestiam camisa listrada verticalmente em vermelho e branco, com calções brancos. O público presente era estimado em duas mil pessoas.

O árbitro da partida foi Waldemar Bromberg, auxliado por João de Castro e Silva e H. Sommer (juízes de linha), e por Theobaldo Foernges e Theodoro Bugs (juízes de gol). Os juízes de gol ficavam sentados num banquinho ao lado das goleiras, indicando se a bola entrava ou não no gol, pois na época não havia redes nas goleiras.

O pontapé inicial fora dado por Edgar Booth que, aos 10 minutos, marcou o primeiro gol do jogo e da história do clássico. Booth ainda marcou mais quatro gols, sendo o restante dos tentos marcados por Júlio Grünewald (4 gols) e Moreira (1 gol), totalizando o placar em 10 a 0 para o Grêmio, a maior goleada da história dos Gre-nais.


Gre-nal FarroupilhaEditar

Para os gremistas, este foi o verdadeiro "Gre-nal do Século". Disputado em 22 de Setembro de 1935, ano do centenário da Revolução Farroupilha, o clássico foi válido pela última rodada do Campeonato Citadino. O Internacional chegara à partida decisiva um ponto à frente do rival e o empate garantiaria-lhe o título e a vaga para o campeonato estadual.

A partida foi equilibrada, como a maioria dos clássicos. O tempo passava e o placar permanecia 0 a 0. Aos 38 minutos do segundo tempo, numa falta lateral, o Grêmio teve o que parecia ser sua última chance. Cobrado o tiro livre, o zagueiro colorado Risada subiu mais alto que os atacantes tricolores e testou a bola para frente... nos pés de Foguinho, meio-campista do Grêmio, que já esperava o rebote. O chute saiu certeiro: Grêmio, 1 a 0! Dois minutos depois, num contra-ataque, o ponta-direita Laci ainda fez o segundo gol do Grêmio.

Mesmo tendo perdido o campeonato estadual para a equipe do 9º Regimento, de Pelotas (que, em função disso, passou a chamar-se Farroupilha), o título metropolitano foi considerado tão importante que os atletas e a direção do Grêmio juraram comemorá-lo por 100 anos. Promessa cumprida à risca até hoje.

O "Gre-nal Farroupilha" também foi marcado como a última partida do goleiro Eurico Lara pelo Grêmio. Debilitado por problemas de saúde, ele atuou durante o primeiro tempo. Viria a falecer alguns meses depois. O craque foi imortalizado no hino do clube.


Gre-nal de Ronaldinho GaúchoEditar

Outra lembrança vitoriosa dos gremistas, esta bem mais recente, é o Gre-nal de 20 de junho de 1999, final do Campeonato Gaúcho, em que o jovem Ronaldo de Assis Moreira (então com 19 anos e disputando o seu terceiro clássico) levou ampla vantagem sobre a marcação do consagrado Dunga, capitão da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1994 e 1998 (inclusive aplicando-lhe um chapeuzinho). Dunga, respeitado no mundo inteiro, estava no final de sua carreira no Internacional. O jogo terminou com vitória do Grêmio por 1 a 0, Grêmio campeão, com gol de Ronaldinho Gaúcho.

Foi o Gre-nal n° 341, foi disputado no Estádio Olímpico e teve um público de 40.238 pagantes.

Estatísticas do Gre-NalEditar

Números totaisEditar

Último jogo considerado: Internacional 4x1 Grêmio, pelo Brasileirão 2008, 28 de setembro de 2008, no Estádio Beira-Rio.

Estatística dos gre-nais
Número de jogos 373
Vítórias do Inter 138
Vitórias do Grêmio 118
Empates 117
Número de gols 1028
Gols marcados pelo Inter 532
Gols marcados pelo Grêmio 496

Segundo o jornalista e pequisador Cláudio Dienstmann, a estatística dos Gre-Nais que é publicada pela imprensa estaria equivocada. Para Dienstmann, na verdade, o Inter tem 22 vitórias a mais em Gre-Nais – 139 a 117, e não 138 a 118. O ponto da discórdia é o Gre-nal 11, interrompido no primeiro tempo por um briga enquanto era vencido pelo Grêmio, que se recusou a terminar a partida.

No OlímpicoEditar

Estatística dos gre-nais
Número de jogos 116
Vítórias do Grêmio 39
Vitórias do Inter 32
Empates 45
Número de gols 264
Gols marcados pelo Grêmio 142
Gols marcados pelo Inter 122

No Beira-RioEditar

Estatística dos gre-nais
Número de jogos 98
Vítórias do Inter 37
Vitórias do Grêmio 23
Empates 38
Número de gols 175
Gols marcados pelo Inter 96
Gols marcados pelo Grêmio 79

Últimos 100 Gre-naisEditar

Estatística dos gre-nais
Número de jogos 100
Vítórias do Grêmio 36
Vitórias do Inter 26
Empates 38
Número de gols 194
Gols marcados pelo Grêmio 101
Gols marcados pelo Inter 93

Maiores GoleadasEditar

Números por competiçãoEditar

Competição Jogos Vitórias do Grêmio Empates Vitórias do Internacional Gols do Grêmio Gols do Internacional Total de Gols
Amistoso 48 17 12 19 82 89 171
Campeonato Citadino 82 32 14 36 164 174 338
Campeonato Gaúcho 158 48 59 51 174 160 334
Copa Sul 2 0 1 1 1 3 4
Copa Sul-Minas 1 0 1 0 1 1 2
Seletiva para a Libertadores 2 0 2 0 2 2 4
Torneio Roberto Gomes Pedrosa 6 0 4 2 1 4 5
Copa do Brasil 2 0 2 0 2 2 4
Campeonato Brasileiro 38 16 8 14 36 37 73
Copa Sul-Americana 4 1 2 1 5 6 11
Taça Cidade de Porto Alegre 3 0 3 0 2 2 4
Torneio de Honra 1 0 1 0 3 3 6
Torneio Extra 10 0 5 5 5 17 22
Torneio Relâmpago 1 0 0 1 2 3 5
Torneio Noturno de Porto Alegre 1 0 0 1 0 2 2
Torneio Festa da Uva 1 0 1 0 0 0 0
Torneio Quadrangular Jornal do Brasil 1 0 0 2 1 3 4
Torneio da Legalidade 2 1 1 0 3 2 5
Torneio Triangular de Porto Alegre 1 1 0 0 2 1 3
Torneio Triangular Porto-Alegrense 6 1 1 4 6 15 21
Torneio Inauguração do Estádio Olímpico 1 0 0 1 2 6 8
Torneio Internacional de Porto Alegre 1 1 0 0 2 0 2
Total 373 118 117 138 496 532 1028


TítulosEditar

Juntos a dupla possui muito mais títulos do que outras equipes do brasil tirando as de São Paulo que juntas tem mais de 30 títulos, totalizando 18 títulos importantes para a o Rio Grande do Sul e para o Sul do Brasil.

MundiaisEditar

Mundial Interclubes: 1983.

Campeonato Mundial de Clubes FIFA: 2006.

ContinentaisEditar

1983, 1995 e 2006. Copa Sul-Americana: 2008. Recopa Sul-Americana: 1996 e 2007.

NacionaisEditar

Campeonato Brasileiro: 1975, 1976, 1979, 1981 e 1996 Copa do Brasil 1989, 1992, 1994, 1997 e 2001.

Supercopa do Brasil: 1990.

Campeonato Brasileiro Série B: 2005.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória