FANDOM


Dinho Editar

Edi Wilson José dos Santos, o Dinho, (Neópolis, 15 de outubro de 1966) ex-jogador de futebol, teve passagem consagrada no Grêmio FBPA, marcou história, e é um dos ídolos da torcida do tricolor de Porto Alegre. Atualmente está retornando ao futebol, agora como técnico.

Como Jogador: Editar

Dinho jogava como volante. Iniciou sua carreira de atleta em 1985, no Confiança, clube da cidade de Aracaju. Em 1986, foi campeão sergipano e depois se transferiu para o Sport, onde sagrou-se campeão brasileiro em 1987 e campeão pernambucano em 1988 e 1990. No início da década de 90, atuou brevemente no futebol espanhol.

Em 1992, chegou ao São Paulo FC, clube em que conquistou dois títulos da Copa Libertadores da América e dois Mundiais Interclubes, em 1992 e 1993. Foi negociado com o Santos FC, em 1994, mas não conseguiu adaptar-se ao clube praiano.

Então, no mesmo ano, o Grêmio, contratou Dinho. O jogador, de espírito guerreio e peleador, se adaptou rapidamente ao clube gaúcho. No Tricolor, venceu uma Copa do Brasil, uma Libertadores da América, a Recopa Sul-Americana de 1996, além do Campeonato Brasileiro deste mesmo ano. No âmbito regional, venceu o Campeonato Gaúcho de Futebol de 1995 e de 1996.

Dinho também era conhecido como "O Cangaceiro dos Pampas", por causa de suas chegadas duras, algumas vezes violentas. É considerado pela maioria dos gremistas como um dos melhores jogadores que já passaram pelo Grêmio, sendo fundamental na conquista da Libertadores da América. Eis aqui um relato do jogador Dinho: "Não gosto de ver esse Robinho, que pedala e não sai do lugar. Pra que isso? Se for em direção ao gol, tudo bem, mas pedalar por pedalar... Se fosse comigo, se ele pedalasse na minha frente, eu dava uma machadada no pescoço dele. Ele não ia se meter comigo, pode acreditar. Pergunta pro Denílson, pro Sávio e pro Edmundo, que são habilidosos e jogavam no meu tempo. Vê se eles faziam firula na minha frente."

Em 1998, foi para o América Mineiro. Encerrou sua trajetória como jogador profissional no Novo Hamburgo, em 2002.

Dinho tinha boa qualidade técnica, precisão de passes curtos e efetuava grandes lançamentos. Era conhecido também pela sua forma viril de jogar futebol. Com imensa disposição física, desempenhava um importante papel de marcação, atuando como volante. Marcava gols com certa freqüência, especialmente em lances de bolas paradas (faltas e pênaltis) e através de chutes de média distância.


Como treinador Editar

Recentemente, Dinho foi o treinador do Luverdense, equipe do Mato Grosso.


Títulos (enquanto jogador) Editar

Confiança: Campeonato Sergipano:1986

Sport Recife: Campeonato Brasileiro:1987 Campeonato Pernambucano:1988 e 1990

São Paulo: Campeonato Paulista:1992 Taça Libertadores da América:1992 e 1993 Mundial Interclubes:1992 e 1993 Recopa Sul-Americana:1993 Supercopa Libertadores:1993

Grêmio: Copa do Brasil:1994 e 1997 Campeonato Gaúcho:1995 e 1996 Taça Libertadores da América:1995 Recopa Sul-Americana:1996 Campeonato Brasileiro:1996

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória